RELEASE
Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Aldir Blanc apresentam

13 NITERÓI EM CENA - FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO

O tradicional Festival Niterói em Cena apresenta a etapa internacional de sua 13ª edição, com espetáculos online, debates e oficinas de 18 a 24 de fevereiro

 

O evento vai contar com a apresentação de 16 peças de sete países, em sessões gratuitas, seguidas por bate-papo com os espectadores. No encontro de abertura, o diretor Gerald Thomas comanda debate sobre o teatro contemporâneo

 

Com atrações plurais que traçam um panorama do teatro contemporâneo, o Festival Niterói em Cena é realizado há 12 anos no município fluminense, com uma seleção de espetáculos regionais, nacionais e internacionais de grupos consagrados e iniciantes. Devido à pandemia, o evento chegou à sua 13ª edição em formato virtual, com primeira etapa realizada em dezembro. A segunda etapa, com atrações internacionais e nacionais, será realizada de 18 a 24 de fevereiro, com 16 montagens para adultos e crianças da Alemanha, Nigéria, Moçambique, País Basco, Espanha, Itália e do Brasil, que serão transmitidas pelo Zoom com ingressos gratuitos e possibilidade de contribuições voluntárias. Na abertura do evento, haverá um encontro com o diretor Gerald Thomas, que falará sobre sua trajetória, novos projetos e o teatro atual. O evento contará também com atividades formativas, como oficinas ministradas por Moacir Chaves, Chico Pelúcio, do Grupo Galpão, e Simone Kalil, entre outras ações. O 13º Niterói em Cena tem patrocínio da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Especial de Cultura e do Ministério do Turismo por meio da Lei Aldir Blanc. 

 

A seleção de espetáculos desta etapa foi feita pelos curadores Cleiton Echeveste, Djalma Thürler e Tairone Vale. Serão oferecidas duas mostras. A Mostra Teatro em Casa vai reunir 12 espetáculos ao vivo ou gravados que poderão ser vistos pelo Zoom ou pelo canal do Youtube do Festival (https://bit.ly/2YU6VzI). Entre as atrações, estão as peças Katie’s Tales (Itália), Kolofu (Nigéria) e Todos os Sonhos do Mundo (São Paulo). A Mostra Niterói contará com a exibição de quatro espetáculos do município no Youtube. Para assistir às montagens no Zoom, o espectador deve se inscrever no site www.niteroiemcena.com.br. Depois das apresentações, haverá 30 minutos de debate com a equipe criativa dos espetáculos. 

 

“Estamos muito honrados em reunir este time de artistas de várias partes do mundo em um momento tão difícil. Nosso festival dá a oportunidade de o público assistir a grandes espetáculos e debater temas como teatro contemporâneo, a arte na pandemia, reinvenção, resistência e ampliação das nossas capacidades artísticas”, ressalta o diretor do festival, Fabio Fortes. 

 

O 13º Niterói em Cena também conta com uma série de atividades formativas durante a semana. Serão realizadas quatro oficinas: com os diretores Moacir Chaves (Teatro online: reflexão e prática) e Chico Pelúcio (Conversas com novos grupos e artistas sobre organização e sobrevivência artística") e com a atriz e professora Simone Kalil (Teatro Para Curiosos – O Nordeste de Suassuna pelo viés do Movimento Armorial) e Giselle Sabatini estará a frente da oficina "POESIA DO BRINCAR: Quando as técnicas teatrais ultrapassam as barreiras da cena". Haverá quatro mesas de debates: Mesa de abertura com o diretor Gerald Thomas; e outras três com os temas “Artes e ativismo cultural: ferramentas da luta antirracista da abolição aos dias atuais”. Mediação: João Luiz de Souza (o João do Corujão); “Como tornar o Teatro Acessível”, e “Internacionalização do teatro”. As inscrições podem ser feitas pelo site do festival e, quem não conseguir vaga, poderá assistir ao vivo pelo canal do Youtube Niterói em Cena. Mais informações em www.niteroiemcena.com.br

 

Ficha técnica: 

Diretor geral: Fabio Fortes 

Coordenadora artística: Vivian Sobrino 

Produtores: Claudia Macedo, , Moreno Almeida, Renata Egger, Rodrigo Sundin e Thaynná Curcino 

Produtora executiva e Gestora de mídias sociais: Ana Loureiro

Assistente de produção: Anna Clara Almeida e Eneida Campbell 

Designer gráfico: Tairone Vale

Coordenador técnico de plataformas virtuais: Bruno Egger

Curadores: Cleiton Echeveste, Djalma Thürler e Tairone Vale

Oficineiros: Chico Pelúcio, Maria Helena Cunha, Moacir Chaves, Giselle Sabatini e Simone Kalil 

Mediadores: Bruno Ramos, Cleiton Echeveste, João Luiz de Souza e Raphael Viana 

Coordenadores de Acessibilidade: Bruno Ramos e Stephannie Carvalho

Apresentadora: Claudia Macedo

Atores-produtores de conteúdo nas redes sociais: Angelo Morse, Márcio Machado e Thiago Chagas 

Assessoria de imprensa: Rachel Almeida (Racca Comunicação)

Patrocínio: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Especial de Cultura e do Ministério do Turismo por meio da Lei Aldir Blanc. 

 

Serviço:

Festival Niterói em Cena 

Data: De 18 a 24 de fevereiro

Informações e retirada de ingressos: www.niteroiemcena.com.br.

Ingressos: gratuitos, com possibilidade de contribuição voluntária 


 

Programação por dia:

18 de fevereiro

20h – Mesa de conversa com Gerald Thomas

 

19 de fevereiro

10h – Mostra Niterói (Youtube). Exibição dos espetáculos O Edredom (Coletivo Macacos Alados); Quem disse? Teatro feminista para crianças (Abelha Mestra Produção Artística); As Bodas de Rapunzel (Artecorpo Teatro) e Em Contos em Encontros das Águas (Agromelados Cia Teatral). Os vídeos ficarão disponíveis até o dia 24/02. 

11h – Oficina “Teatro Para Curiosos – O Nordeste de Suassuna pelo viés do Movimento Armorial, com Simone Kalil

16h – Apresentação de Kolofu (Nigéria)

21h – Mesa de Conversa “Artes e ativismo cultural: ferramentas da luta antirracista da abolição aos dias atuais”. Mediação: João Luiz de Souza (o João do Corujão).

 

20 de fevereiro

11h – Sessão acessível O Edredom, seguida de mesa de conversa “Como tornar o Teatro Acessível”

16h – Apresentação de Un Truc Super (Uma Coisa Legal) (Bélgica)

21h – Apresentação de Ensaio Sobre a Perda (Rio de Janeiro)

 

21 de fevereiro

11h – Apresentação de Casa em Jogo! (Playgrounds por todo lado) (País Basco)

16h – Apresentação de Zapato busca Sapato (Minas Gerais)

21h – Apresentação de Sobre Trabalho ou Sobre Viver (Rio de Janeiro)

 

22 de fevereiro

10h – Oficina “Teatro online: reflexão e prática”, com Moacir Chaves

14h – Mesa de conversa “Internacionalização do teatro”

18h – Apresentação de Zita (Moçambique)

21h – Apresentação de Todos os sonhos do mundo (São Paulo)

 

23 de fevereiro

11h – Oficina “Conversas com novos grupos e artistas sobre organização e sobrevivência artística", com Chico Pelúcio (PARTE 1)

14h - Oficina "POESIA DO BRINCAR: Quando as técnicas teatrais ultrapassam as barreiras da cena", com Giselle Sabatini

18h – Apresentação Katie´s Tales (Itália)

21h – Apresentação de A mulher que sonhava (Rio de Janeiro)

 

24 de fevereiro

11h – Oficina “Conversas com novos grupos e artistas sobre organização e sobrevivência artística", com Chico Pelúcio e Maria Helena Cunha (PARTE 2)

18h – Apresentação de Project.Fail ERROR:404 (Alemanha)

21h – Apresentação de Ch@furdo (Ceará)


 

Informações dos espetáculos:

 

Mostra Teatro em Casa

 

Casa em Jogo! (Playgrounds Por Todo Lado), País Basco | AO VIVO

Espetáculo infantil

Companhia: Artefactos Bascos

Criação: Ieltxu Ortueta & Erwin Maas

Performance: Ieltxu Ortueta

Idioma: português

Tempo de duração: 45 a 60 minutos

Classificação etária: Livre

SINOPSE: Experiência interativa e performática via Zoom para crianças de 5 a 9 anos (e os adultos que estejam em casa) na qual o artista Ieltxu Ortueta convida a redescobrir a casa como um espaço de jogo e a se conectar e brincar coletivamente entre os participantes. A performance pretende formar uma comunidade de construtores, criadores e artistas em tempo real, concebendo zonas de jogo, de composição, construção e descoberta e nos mostrará como a arte, o jogo e a criatividade podem conectar-nos.

Ch@furdo (Ceará) |AO VIVO

Espetáculo adulto

Companhia: Dona Zefinha

Roteiro e Direção: Orlângelo Leal

Elenco: Orlângelo Leal, Paulo Orlando e Ângelo Márcio

Idioma: português

Tempo de duração: 45 minutos

Classificação etária: Livre

SINOPSE: Em Ch@furdo, três irmãos se reúnem para realizar uma apresentação musical improvisada com a maioria dos instrumentos feitos de materiais alternativos. Ao longo do espetáculo, vão descobrindo, junto do público, diversas formas de composição musical. O irmão mais velho tenta a todo o momento reger e organizar a apresentação, façanha que se torna difícil uma vez que o irmão mais novo sempre se desconcentra atrapalhando os números e deixando o irmão do meio entre a obrigação e a brincadeira. Chafurdo, que significa caos, descontrole, algazarra e festa é o que proporciona os musicômicos Orlângelo Leal, Ângelo Márcio e Paulo Orlando, provocando o público com música excêntrica e outras surpresas. Um espetáculo livre para todos os públicos.

 

Ensaio Sobre a Perda (Rio de Janeiro) |AO VIVO

Espetáculo adulto

Companhia: Os Manus

Direção: João Fonseca

Elenco: Hamilton Dias, Herton Gustavo Gratto e Andre Celant

Idioma: português

Tempo de duração: 1h

Classificação etária: 16 anos

SINOPSE: A peça acompanha o reencontro nos palcos de um jovem casal recém-divorciado. Hamilton e Gustavo recebem a notícia de que foram contemplados por um edital cultural, para o qual haviam se inscrito antes da separação. Apesar do término turbulento, eles decidem retomar o projeto; mas quando começam a ensaiar, percebem que as feridas que foram abertas ainda não estão cicatrizadas.

 

Katie's tales (Itália) | GRAVADA

Espetáculo adulto

Companhia: Open Program of the Workcenter of Jerzy Grotowski and Thomas Richards

Texto e interpretação:  Agnieszka Kazimierska 

Direção: Mario Biagini

Idioma: italiano, com legendas em português

Tempo de duração: 1h

Classificação etária: Livre

SINOPSE: Uma versão filmada de Katie's Tales, um monólogo de e com Agnieszka Kazimierska do ''Open Program'', que conta a história de uma mulher e seu amado, que após um terrível acontecimento partiu com a promessa de voltar um dia. É a história de um jardim, repleto de cerejeiras e habitado por silêncios, por palavras não ditas e pelos desejos de uma mulher na tempestade da história. Katie nos convida a nos questionar sobre a que pertencemos, a nos fazer perguntas sem palavras sobre o papel de nossa consciência, no ensurdecedor fluxo de eventos e no turbilhão confuso de pensamentos e emoções. 

 

Kolofu (Nigéria) | GRAVADA

Espetáculo infantil

Idioma: inglês

Companhia: Kininso Koncepts Productions

Concepção e direção: Joshua Alabi

Elenco: Julius Obende, Chinenye Chukwudi, Oluchukwu Ukachukwu e Aniefiok Inyang

Tempo de duração: 35 minutos

Classificação etária: Livre

SINOPSE: Pratos, talheres, canudos e humanos unem-se nesta divertida interpretação de cores. Esta performance surge com a desilusão causada pelo modo como as cores vêm sendo discriminadas mundo afora. Então, nos perguntamos: por que as cores não podem, simplesmente, serem bonitas? Bonitas e nada mais. Por que as pessoas atribuem significados negativos ou separatistas às cores? Por que as pessoas são referidas ou tratadas com base na cor da pele preta, branca, amarela, vermelha? Por que as pessoas não vivem e brincam juntas com as coisas básicas que compartilhamos enquanto humanos?

 

A mulher que sonhava (Rio de Janeiro) | AO VIVO

Espetáculo adulto

Companhia: Dobra (antiga Cia de Teatro Manual)

Texto, direção, trilha sonora e atuação: Helena Marques e Matheus Lima

Idioma: português

Tempo de duração: 20 minutos

Classificação etária: Livre

SINOPSE: O trabalho mistura teatro gestual, audiovisual, narração, artes plásticas, formas animadas e música. A história, inspirada no universo do realismo fantástico, fala de uma mulher que cresceu rápido demais e se vê mergulhada em um mundo onde escolhas são feitas o tempo todo. Escolhe mergulhar em um sonho e olhar para dentro de si, onde percebe o tempo relativizado, a dor e a alegria de se confrontar. No final dessa jornada, acorda com grandes surpresas.

 

 

Project.Fail ERROR:404 (Alemanha) | GRAVADA

Espetáculo adulto

Concepção e criação: Alice Nogueira e Ana Clara Montenegro

Voz em off: Sven Rausch

Idioma: inglês, com legendas em português

Tempo de duração: entre 20 e 24 minutos

Classificação etária: 16 anos 

SINOPSE: Projeto artístico que lida com o significado da palavra fracasso na sociedade contemporânea. Os criadores tentam compreender a palavra Fracasso em um contexto individual e coletivo. 

 

Sobre Trabalho ou Sobre Viver (Rio de Janeiro) | AO VIVO

Espetáculo adulto

Dramaturgia Coletiva

Mediação|Direção|Provocação|Acolhimento: Natasha Corbelino, Renata Tavares e Tatiana Henrique

Elenco: Bárbara Abi-Rihan, Camila Zampier, Diogo Nunes, Fábio Lacerda, Ricardo Rocha, Vinicius Mousinho, Viviane Pereira

Idioma: português

Tempo de duração: 1h20

Classificação etária: 14 anos 

SINOPSE: Uma obra que celebra o trabalho de 10 anos em companhia. Um trabalho de existir e de viver. Trabalho de criação em meio a precarização e tensionamentos de uma pandemia. É um trabalho também de memória, de afetos, de etapas, de um olhar para nossas histórias, para uma história de território de trabalho. É sobre trabalho, sobre viver, sobre a vontade de continuar, sobre o trabalho de construir, sobre o encontro, fundamentalmente, sobre trabalhadoras e trabalhadores da cultura e do teatro. É sobre nós trabalhadoras e trabalhadores.

 

Todos os sonhos do mundo (São Paulo) | AO VIVO

Espetáculo adulto

Companhia: Os Satyros

Concepção: Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez

Direção: Rodolfo García Vázquez

Atuação: Ivam Cabral 

Tempo de duração: 1h

Classificação etária: 12 anos

SINOPSE: Para celebrar 30 anos de carreira, o ator e dramaturgo Ivam Cabral leva à cena seu solo/recital, que estreou em 2019, no qual mescla relatos sobre sua formação pessoal e artística, sua origem em Ribeirão Claro (pequena cidade do Paraná) e suas andanças pelo mundo com sua companhia, Os Satyros. O cerne do trabalho é calcado no processo de depressão que Ivam Cabral viveu a partir de 1999, quando foi diagnosticado bipolar. A estrutura cênica é simples: um palco digital vazio; um ator desprovido de figurinos ou adereços; um diálogo direto com o público. A estrutura dramatúrgica parte de “O demônio do meio-dia – Uma anatomia da depressão”, de Andrew Solomon, obra-chave para o estudo e compreensão do transtorno.

 

Un Truc Super (Uma Coisa Legal), Bélgica | GRAVADA

Espetáculo infantil

Idioma: francês, com legendas em português

Companhia: Compagnie de La Casquette 

Texto: Isabelle Verlaine, Miguel Camino e Alexandra Nicolaidis

Direção: Isabelle Verlaine

Elenco: Alexandra Nicolaïdis e Miguel Camino

Musicista: Félicie Cavalière

Tempo de duração: 50 minutos

Classificação etária: Livre

SINOPSE: A história de um rapaz um pouco tímido, um pouco solitário. Um dia, ele decide fazer uma oficina de dança e, no primeiro dia, descobre que terá que fazer um dueto em um espetáculo com alguém que não conhecia: a falante Celeste.

 

Zapato busca Sapato (Minas Gerais, Uberlândia) | GRAVADA

Espetáculo infantil

Companhia: Trupe de Truões

Direção: Clarissa Malheiros (México)

Dramaturgia: Clarissa Malheiros e Juliana Faesler (México), com colaboração de Rogério Manjate (Moçambique)

Elenco: Amanda Barbosa, Laís Batista, Ricardo Augusto e Ronan Vaz (BRASIL)

Idioma: português

Tempo de duração: 42 minutos

Classificação etária: Livre 

SINOPSE: Nossa história começa com o despertar de um pequeno sapato e o reconhecimento de ser diferente, já que nasceu sozinho em sua caixa. Zapato busca Sapato narra as aventuras deste sapatinho à procura de seu par e os inesperados encontros no seu caminho que começa no México, passa pelo Brasil, até chegar em Moçambique. É uma viagem entre continentes e culturas, uma travessia que o faz conhecer-se a si mesmo. 

 

Zita (Moçambique) | GRAVADA

Espetáculo adulto

Com Yuck Miranda

Idioma: português

Tempo de duração: 35 minutos

Classificação etária: 18 anos

SINOPSE: O que é esse corpo? Um corpo que não entra em espaços públicos. Um corpo que não é bem-vindo em nenhum espaço. O que este corpo está carregando? Um grito abafado cheio de coisas a dizer. Do lixo dessa sociedade onde viver é um luxo, um corpo busca a sobrevivência. 

 

Mostra Niterói

Espetáculos disponíveis no canal do Youtube Niterói em Cena das 10h do dia 19/02 às 23h59 do dia 24/02 (https://bit.ly/2YU6VzI)

 

As bodas de Rapunzel | YOUTUBE

Espetáculo infantojuvenil

Companhia: Artecorpo Teatro e Cia

Texto: Irmãos Grimm

Adaptação: Rachel Palmeirim e Eliana Lugatti

Direção: Rachel Palmeirim

Elenco: Eliana Lugatti, Rachel Palmeirim, Ricardo Lyra Jr e Renato Badeco

Idioma: português

Tempo de duração: 50 minutos

Classificação etária: Livre

SINOPSE: Rapunzel e o Príncipe estão comemorando suas Bodas Encantadas de 200 anos de casamento quando a Sra. Gothel aparece. Um impasse entre eles faz com que todos voltem no tempo e vivenciem a clássica história. 

 

Em Contos em Encontros das Águas | YOUTUBE

Espetáculo infantojuvenil

Idealização e realização: Agromelados Cia Teatral

Direção: Erika Ferreira

Direção Musical: Kadú Monteiro

Texto: Contos populares de domínio público

Elenco: Cris Ribeiro, Ian Oliveiras, Luciano Barbosa e Sylvio Moura

Idioma: português

Tempo de duração: 50 minutos

Classificação etária: Livre

SINOPSE: Quatro contadores narram quatro lendas através de objetos retirados de uma mala. Esses adereços, ressignificados ao longo da encenação, os ajudam a contar parábolas sobre as águas e a relação do homem com a natureza. Passeiam pelo amor, a coragem, a ambição e o egoísmo, usando as águas como símbolo para suas próprias vidas.

 

O Edredom | YOUTUBE

Espetáculo infantojuvenil

Realização: Coletivo Macacos Alados 

Texto e performance: Tauã Delmiro

Direção: Manu Hashimoto

Intérprete de Libras: Karina Zonzine

Idioma: português

Tempo de duração: 40 minutos

Classificação etária: Livre

SINOPSE: Uma criança apaixonada pelo fundo do mar, cansada de não saber se é menina ou moleque, decide virar peixe. Após perceber que seu desejo não se tornará realidade, decide se abrigar embaixo de um edredom.

 

QUEM DISSE? Teatro feminista para crianças | YOUTUBE

Espetáculo infantojuvenil

Realização: Abelha Mestra Produção Artística

Texto: Ana Luiza França

Direção: Breno Sanches

Elenco: Ana Luiza França e Filipe Codeço

Idioma: português

Tempo de duração: 55 minutos

Classificação etária: Livre

SINOPSE: Ritinha e Bernardo nos levam de carona enquanto pedalam suas bicicletas: cantam, tocam, brincam de ser o príncipe e a princesa de um livro para lá de especial. Com Biruta, o monstro de vento que surge em suas garupas, percebem como o mundo ainda é pintado em cores diferentes para meninas e meninos.

 

Rachel Almeida

(21) 3579-1352 | (21) 99196-1489 | racca.almeida@gmail.com

Release em word

FOTOS