Dia: 14/09
Horários: 10h às 14h
Participantes - 
Ouvintes - 
Local: Teatro Popular Oscar Niemeyer
Rua Jornalista Rogério Coelho Neto, s/n - Centro

Encontros Niterói

Dramaturgia é o que não está escrito, mas só se chega a ela através do que é escrito. 

Como podemos ler o que não está escrito através do que está escrito? Mais ou menos isto, estaremos tentando fazer neste nosso encontro no “Niterói em cena”.
Bertold Brech e Shakespeare nos fornecerão o material escrito. E a nós competirá extrair destes dois grandes autores tudo o que eles disseram, mas não escreveram em seus textos.
Afinal de contas acho que isto é o teatro. Também.

Amir Haddad é diretor e professor de teatro, diversas vezes premiado. Seu trabalho, nacional e internacionalmente reconhecido, tem como objetivo recuperar o sentido de festa do Teatro e a dramaticidade das festas populares, ressaltando os aspectos de pesquisa e de educação que norteiam suas buscas pela transformação do teatro, comprovados pela constância e persistência com que desenvolve núcleos de trabalho – espaços de desenvolvimento de seus questionamentos sobre o ator como indivíduo, o espaço, a dramaturgia - e pela prática permanente enquanto educador.
Considerado um dos maiores encenadores do Brasil, o criador do Grupo Tá na Rua, iniciado em 1980, leva a arte do teatro para o espaço aberto das ruas e praças, ressaltando a importância das comemorações populares na vida social e cultural das cidades.  Dos palcos às salas abertas, das quadras às ruas e às praças, rompeu a Quarta parede para abrir um caminho em direção a um teatro vivo e transformador para quem o vive e o faz.
Como resultado de suas pesquisas e investigações, nestas áreas do teatro, desenvolveu ferramentas eficientes para a construção de um ator que responda ao sentimento contemporâneo, ao mesmo tempo em que o instrumentaliza para uma leitura aguda e profunda da trajetória humana e da dramaturgia produzida pelo teatro em todos os tempos.

Oficina com

Amir Haddad